quarta-feira, 30 de janeiro de 2013


Eu amo rock, falo palavrão, uso girias, uso all star, curto skate e nem por isso eu deixo de ser uma menina. Eu tenho sentimentos iguais as outras meninas, só não sou cheia de frescura.Sou atrapalhada, não falo: grito, xingo, não uso vestidos nem saia, uso tênis, meu cabelo é um regaço, minha cor favorita não é rosa, jogo video-game, dou risadas escandalosamente, bato nos meus amigos, uma camiseta e uma calça jeans é oque mais uso, minha letra é horrível, e não vou toda arrumadinha pra escola com se fosse pra um desfile. E continuo sendo uma menina, sociedade. 
"Eu vi minha melhor amiga morrer em meus braços." "Eu vi meu namorado morrer." "Eu vi minha filha morrer." "Namorados são encontrados mortos abraçados." "Namorado manda mensagem para namorada: não estou conseguindo sair, vou morrer, te amo." A cada vez que leio alguma matéria/notícia/relato assim, meu coração se parte. Que agonia, meu Deus

terça-feira, 29 de janeiro de 2013






Não sabemos o que aconteceu dentro daquela boate em Santa Maria. Não sabemos como foram os últimos momentos da vida daqueles jovens. Jovens como a gente, jovens como nossos amigos. Se foram amigos, filhos, irmãos, amantes. Se foram sonhos e desejos feito poeira no vento. Por que nossas vidas sempre parecem estar por um fio?

Hoje são inúmeras famílias que estarão levando seus filhos para serem sepultados. Serão inúmeras lágrimas de dor, saudade, compaixão e arrependimentos. Arrependimentos por não terem dito um último "eu te amo" para o filho, arrependimentos por não terem dado um último abraço, um último beijo, um último sorriso. E, infelizmente, não há segundas oportunidades. Enquanto isso, nos comovemos. Nos sentimos próximos da família de cada uma das vítimas , sentimos compaixão por gente que se quer conhecemos. Hoje não cabe julgamentos, piadas, falso moralismo e indignação agressiva. Hoje cabe compaixão, respeito e solicitude.

Hoje, mais uma vez, acordamos com o coração apertado. Imaginando "E se tivesse sido eu?", "E se fossem meus amigos?", "E se...?". Por isso, ame como se fosse a última coisa da sua vida, dê um abraço apertado como se fosse o último, dê o beijo mais demorado como se fosse o último, sorria da forma mais sincera que você possa conseguir, diga para seus amigos o quanto eles são importante para você. Abrace seus pais, abrace sua namorada, não perca a única oportunidade que você tem. Não espere, nada dura para sempre. Tudo nessa vida acaba, se desfaz feito poeira no vento e dinheiro nenhum do mundo comprará outro minuto.

*na foto, algumas das vítimas.













segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

postagen do jornal do brasil



País

Tragédia em Santa Maria: nas redes sociais, relatos, denúncias e dor

Jornal do BrasilÍris Marini
Uma verdadeira revolução acontece nas redes sociais desde que foi ao ar a primeira notícia sobre a tragédia em que morreram 231 pessoas, no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, na madrugada deste domingo (27). No Facebook e no Twitter, internautas de todo o país compartilham lamentos, denúncias, fortes imagens, que supostamente seriam das vítimas do incêndio, e os perfis destas.
O sanfoneiro da banda Gurizada Fandangueira, Danilo Jaques, foi uma das vítimas. Na página da banda, na rede social, uma internauta lamenta a sua morte: “(...) Além de muito bom na sanfona era uma ótima pessoa... Que Deus o ilumine...”.

Tenente Leonardo Machado foi um dos dois cariocas mortos no incêndio 
Tenente Leonardo Machado foi um dos dois cariocas mortos no incêndio 

O carioca Leonardo Machado de Lacerda, tenente do Exército, foi uma das vítimas do incêndio.  Segundo relatos dos bombeiros, no local, Leonardo tentou salvar algumas pessoas, mas acabou morrendo. Ele tinha 28 anos e era formado pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em 2007. Morava em Santa Maria e servia no 4º Regimento de Carros de Combate, em Rosário do Sul.
O estudante de medicina Murilo de Toledo Tiecher foi um dos 50 primeiros jovens a deixar a boate e foi quem fez a denúncia contra os seguranças, às 9h20 no domingo, quando publicou a seguinte declaração: “E que fique registrado: eu fui uns dos 50 primeiros a sair. No início do tumulto, tentaram segurar as portas com os seguranças e manter as pessoas ali para que não saíssem da boate! Não sei se pensavam que era uma briga e não queriam que saíssem sem pagar! Só depois que a multidão derrubou os seguranças é que viram a merda que fizeram. Todo mundo viu isso aí”, disse, Murilo, em seu perfil doFacebook. A publicação do seu perfil teve 9.330 compartilhamentos.

Murilo foi um dos 50 primeiros a sair da boate 
Murilo foi um dos 50 primeiros a sair da boate 

Pai de jovem que pediu socorro pelo Facebook ameaça o dono da boate
Sandro Cardoso, pai de Michele Froehlich Cardoso e Clarissa Lima Teixeira, ambas vítimas da tragédia de Santa Maria neste domingo, usou seu perfil na rede social para desabafar contra Kiko Spohr, dono da boate Kiss. Em tom de ameaça, Sandro Cardoso disse para o empresário se mudar da cidade.

Amigos da vítima, filha de Sandro Cardoso, comentaram, com preocupação, a publicação de Michele 
Amigos da vítima, filha de Sandro Cardoso, comentaram, com preocupação, a publicação de Michele 

“Kiko tu matou minhas duas filhas acho bom tu te mudar de santa maria tu não faz ideia da minha dor este recado vai direto pra ti e tua familia, pois a dor q estou sentindo é inexplicavel”, escreveu.
A protética Michelle Cardoso estava na boate Kiss com amigos e, por volta das 3h20 do domingo (27), postou na rede social um pedido de ajuda: “Incêndio na Kiss. Socorro”. Preocupados, os amigos da moça, começaram a questionar a falta de notícias da moça: "Tu ta bem, Michelle Cardoso, um amigo acabou de me ligar dizendo que tá no hospital ajudando os feridos (sic)", escreveu Glaucia Pires, amiga de Michelle. Glaucia ainda pede que liguem para Michele para tentar ter certeza de que a jovem estava bem.  "Miiiicheleee,ta bem?da notícias por favor!", escreveu Lady Soares Rosa. A última postagem na mensagem foi feita às 10h da manhã, quando um amigo volta a perguntar por Michelle. “Está tudo bem com vc e a Fê? quando puder mande notícias...(sic)", escreveu Luigi Caldana.
Michele estava no evento com a sua irmã Clarissa Lima Teixeira e o namorado, o estudante de agronomia João Paulo Pozzobon. A estudante trabalhava na chapelaria da boate Kiss nos fins de semana há cerca de dois anos. Os três morreram no incêndio.
Site e página da rede social foram retirados do ar
Na tarde de domingo, usuários do Facebook estavam acessando a todo o momento a página da boate Kiss, de Santa Maria (RS), na rede social, para deixar mensagens de solidariedade aos parentes das vítimas e outros para fazer acusações aos proprietários do estabelecimento. Até as 11h20 da manhã da data, mais de 30 mensagens de diversas partes do Brasil já tinham sido deixadas na página.

Twitter fala de fotos da festa na boate em que houve a tragédia
Twitter fala de fotos da festa na boate em que houve a tragédia

Uma usuária da rede social disse que a tragédia era “muito triste" para as famílias. "Que tragédia horrível!! Meus sinceros sentimentos... Tô triste pelos jovens que se foram, e pelas famílias que estão em desespero nesse momento", disse a mensagem publicada na página da boate. "Triste muito triste, sem conhecer ninguém dessa tragédia ficamos pensando nas famílias que veem seus filhos e filhas indo se divertir", diz outro internauta.
Já os mais revoltados com a situação apontavam a irresponsabilidade dos donos da boate: “Lamentável. Irresponsáveis. Agora é tarde. Só nos resta a dor”, disse um rapaz.
Já no Twitter da boate, a última postagem é do sábado, 26 de janeiro, com um aviso das fotos da última festa.
Cartaz de divulgação da banda de 2012 gera polêmica 
Um cartaz de divulgação da apresentação da banda Gurizada Fandangueira, que tocou na Boate Kiss na noite do incêndio e que, segundo testemnhunhas contam, foi quem provocou o início do fogo no local, também está causando revolta e especulações na rede social. 

Imagem publicada pela banda em julho de 2012 choca e causa discussão no Facebook
Imagem publicada pela banda em julho de 2012 choca e causa discussão no Facebook

Rodolpho Raphany Kaizer compartilhou a fotografia postada na página do grupo no dia 10 de julho de 2012 e disse: "Cartaz da Banda que estava tocando na noite da tragédia, e o cidadão que soltou o sinalizador é esse que aparece ao lado do cartaz, se você tiver um pouquinho de sensibilidade espiritual, olhe ao redor da caveira tocando, cheio de pessoas em meio ao fogo, isso já estava mais que avisado que alguma coisa iria acontecer #IR", criticou. 
Já Bruna Guimarães, rebateu, comentando logo abaixo da postagem: "Esta foto é do ano passado, o cartaz é antigo, não é 'premonição' de nada", disse ela. 
No perfil de Rodoplho, perto das 17h30, quase quatro mil pessoas já compartilhavam a imagem, e na página da Gurizada Fandangueira, havia outros 472 compartilhamentos.
Na rede, internautas se mobilizam para ataque virtual contra sócio da boate
Uma página contra Kiko Spohr, um dos sócios da Kiss, foi criada por volta das 16h23 do último domingo, no Facebook. Na foto de capa, a mesma foto do perfil original do proprietário, mas com os dizeres em vermelho “Prisão Já”.

Descrição dá página diz para usuários "deixarem a sua indignação"
Descrição dá página diz para usuários "deixarem a sua indignação"

Nesta segunda-feira (28), perto do meio-dia, um usuário comentou na página: “A vida é um leque de surpresas. Não imaginamos o que pode vir a ocorrer em determinado momento. Podemos estar sorrindo as 2h29 minutos; apavorados as 2h30 minutos; apagados as 2h31 minutos e partindo deste mundo para outro, entristecendo familiares e deixando para trás objetivos ainda não realizados. (...) A vida é única, é incomparável e perdas são irreparáveis. Agradeça a Deus por você hoje estar vivo e reserve nem que seja um minuto de seu dia para orar. (...) Meus sinceros sentimentos aos familiares das vitimas da trágica tragédia ocorrida em Santa Maria, Rio Grande do Sul. Que Deus os conforte! Obs.: Sei que a vida daqueles que ali partiram não tem preço, mas espero que os responsáveis pelo acontecimento sejam devidamente punidos. Vários sonhos, vários sorriso, várias vidas ali foram destruídas. Que as leis de segurança pública não sejam falhas. Aplique-se e puni-se”, lamentou.
Campanha solidária on-line
A página do Facebook intitulada Incêndio na boate Kiss, em Santa Maria, com 2.805 curtidas, diz o seguinte em sua descrição: “Vamos reunir neste site informações sobre sobreviventes, feridos e mortos do incêndio na Boate Kiss - Santa Maria/RS, em 27 de Janeiro de 2013”.
Em seu mural, a última postagem feita pela página tem 710 compartilhamentos e 210 curtidas. Trata-se de uma imagem manipulada que diz: “Luto sim! Pra sentir dor das pessoas não precisa conhecê-las...Basta ter coração e se colocar no lugar delas”.
Entre os 15 comentários na própria foto, um usuário da rede social fez críticas à ocorrência: “Bom dia! Fica a pergunta, cadê o órgão responsável em fazer a fiscalização? Que libera um espaço para comportar mais de 1000 pessoas sem portas laterais e saída de emergência, ñ vem dizer em público que a entrada da casa era o correto, todos sabem que o nome já diz saída de emergência. Somente poderá ser usada em caso de emergência. Então qual a desculpa das autoridades locais, existe um dpto que somente olha, mas ñ faz nada (...)”.
A internauta Bianca Dalla Chiesa está fazendo uma grande campanha por meio do Facebookpara ajudar hospitais e os centros que atendem aos familiares e às vítimas do incêndio. Em seu perfil, outras pessoas informam das necessidades das instituições. Uma amiga da moça informou: “No canal da rede pampa estão pedindo alimento não perecível, tipo biscoito e similares, para os familiares”.

"Bombeiros encontraram 2 corpos. Dois namorados, e eles estavam abraçados"

"tchau mãe, to indo pra balada" "vai com deus minha filha" e ela literalmente foi :/

a mãe de uma vítimas disse “nós brigamos ontem, proibi ela de sair mas ela foi mesmo assim, a ultima coisa que ela me falou é que me odiava"

"Um bombeiro pegou um celular de um dos mortos e nele
havia 104 chamadas perdidas da mãe" Imaginem o desespero da mãe.

O pior de tudo é saber que a maioria que morreu são jovens, pessoas que tinha um longo futuro pela frente.

245 vidas perdidas, 245 futuros destruídos, 245 famílias com o coração partido e 245 sonhos sem se tornarem realidade.

Bombeiros: os celulares não param de tocar nos bolsos das pessoas mortas e isso está doendo na gente

[FOTO ANTES DA TRAGÉDIA EM SANTA MARIA]
‎"Bombeiros encontraram 2 corpos. Dois namorados, e eles estavam abraçados"

"tchau mãe, to indo pra balada" "vai com deus minha filha" e ela literalmente foi :/

a mãe de uma vítimas disse “nós brigamos ontem, proibi ela de sair mas ela foi mesmo assim, a ultima coisa que ela me falou é que me odiava"

"Um bombeiro pegou um celular de um dos mortos e nele
havia 104 chamadas perdidas da mãe" Imaginem o desespero da mãe.

O pior de tudo é saber que a maioria que morreu são jovens, pessoas que tinha um longo futuro pela frente.

245 vidas perdidas, 245 futuros destruídos, 245 famílias com o coração partido e 245 sonhos sem se tornarem realidade.

Bombeiros: os celulares não param de tocar nos bolsos das pessoas mortas e isso está doendo na gente

[FOTO ANTES DA TRAGÉDIA EM SANTA MARIA]

noite sem fim

Noite sem fim

O que dizer sobre uma noite que nunca mais acaba? Sobre vestir-se bem, subir no salto, rir com as amigas, pintar os olhos, passar perfume, e nunca mais voltar para casa?

Aprendi cedo sobre a vida ser como uma vela acesa, mas e quem não aprendeu? Quem nunca ouviu ou repetiu algo como 'a vida e só uma e você não conhece o amanha?'

Aprendi cedo sobre o hoje, mas segui me preocupando muito mais com o amanha, pois é assim que vivemos, pelo amanha. Não é errado, o amanha é esperança, é a crença que no abrir dos olhos começa tudo de novo.

Somos adeptos do ininterrupto, crentes da sagrada vida que não se finda e, mesmo que chatos na repetida frase “amanha eu não sei se estarei aqui” por fim acreditamos sim que o amanha exista.

O que aprendi notei precisaria ser assimilado, eu não poderia simplesmente fingir saber que o amanha não existe, então resolvi praticar. Tudo bem, algumas vezes dormi arrependido, mas percebi que o arrependimento por ter feito é mais leve do que o por não ter tentado. Percebi que atitudes que lhe façam parecer idiota, estupido e ser julgado são leves se comparadas a falta de atitude.

Beije como se fosse a última vez, diga coisas melosas como se fossem suas últimas palavras, abrace em tom de despedida e, se no dia seguinte você acordar faça tudo de novo.

Diga, repita, mas principalmente sinta que a vida é realmente só uma, que ela se finda na esquina de uma festa sem final feliz.

Vista sua melhor roupa, exagere no seu melhor perfume, fale de mais, ria por bobagens e antes de sair de casa para encontrar seus amigos não prometa voltar, diga apenas a quem lhe esperar: é um prazer dividir minha vida contigo.

Que partam em paz meus conterrâneos que infelizmente hoje não vão poder contar sobre suas aventuras na noite anterior.

E que essa imagem de alguns minutos antes da tragédia nos sirva para lembrar sim que a vida é uma vela acesa.
  Felipe Sandrin

dono de boate e integrante da banda são detidos apos incendio em boate

Dono de boate e vocalista de banda são detidos após incêndio no RS. 

Um dos proprietários da casa noturna estava em um hospital de Cruz Alta. Dois integrantes da banda foram presos na cidade de Mata.

A polícia deteve na manhã desta segunda-feira (28) um dos donos da boate Kiss e dois integrantes da banda Gurizada Fandangueira, segundo informações do delegado Sandro Meinerz. Um incêndio no momento em que o grupo musical se apresentava na madrugada do domingo deixou 231 mortos na casa noturna de Santa Maria (RS).
Elissandro Sphor, conhecido como Kiko, um dos donos da casa noturna, foi preso em um hospital de Cruz Alta, que fica a 132 km da capital. O vocalista e um responsável pela segurança do palco da banda foram detidos na cidade Mata, a 82 km de Porto Alegre.
Eles tiveram o pedido de prisão temporária de cinco dias decretada pelo juiz Regis Adil Bertolin durante a madrugada desta segunda-feira. O vocalista do grupo que se apresentava no momento do incêndio foi detido durante o velório do gaiteiro Danilo Jaques, no município de Mata, na região central. O segurança da banda também foi localizado na cidade.

O outro proprietário da casa noturna também teve prisão temporária decretada, mas ainda não foi localizado pela polícia. Ele é considerado foragido.
"Desde a madrugada, estávamos monitorando as casas dos donos da boate e com equipes de policiais nas ruas tentando localizá-los", disse ao G1 o delegado Sandro Meinerz.
Em entrevista à Rádio Gaúcha antes da prisão de Kiko, o advogado Jader Marques disse que o dono da boate foi a Cruz Alta para se submeter a um tratamento de desintoxicação e que a viagem foi informada para as autoridades. Ele também disse que seu cliente prestou todo atendimento às vítimas.
"Esta tragédia também está marcando o Kiko e toda a sua família. Todas as pessoas naquela boate eram amigas dele. Ele esteve lá recebendo, atendendo. Perdeu funcionários", disse o advogado.
Depoimento do namorado de uma das vítimas de Santa Maria:
"Hoje poderia ser só mais um domingo normal para mim. Eu passaria o dia inteiro com a minha namorada ou na casa dela ou na minha assistindo um filme qualquer, mas isso não vai acontecer. Minha namorada é uma das pessoas mortas que foi encontrada na boate. Nós brigamos e ela preferiu ir pra lá com as amigas dela. Eu não me preocupei, sabia que ela me ligaria no dia seguinte e me diria que se
arrependeu de ter saído sem mim, mas hoje o telefone tocou inúmeras vezes e não era ela. Ainda não caiu a ficha pra mim, ainda não entendi o que aconteceu. Parece que a qualquer minuto o meu telefone vai tocar e vai ser ela do outro lado da linha me dizendo "você ainda esta bravo comigo?" Enquanto eu escrevo esse texto o meu coração aperta, meus olhos se enchem de lágrimas e o medo do amanhã toma
conta de mim. Como eu queria que eu estar ali com ela, ou então, que eu tivesse pedido para ela não ir. Eu a perdi pra sempre, e nem ao menos disse a ela o quanto eu a amo e o quanto minha vida fica deserta sem ela por perto. Hoje é um dia triste pra mim. Hoje é o dia em que eu perdi a parte mais importante de mim, o meu coração."
Curta, ame, abrace, aproveite todas as pessoas que você ama! Você nunca sabe quando não as terá mais por perto.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Depoimento de vitima do acidente em Santa Maria. (emocionante)

"Eu não sabia se veria o céu outra vez, um por do sol, ou o rosto dos meus pais. Um fogo 

descomunal dominava aquele lugar. Eu estava lá com amigos, e no momento em que nossas
mãos se soltaram e os sorrisos se perderam, o desespero começou. Em cinco minutos os 
gritos de alegria se tornam de desespero. Eu não sabia para onde ir, eu só queria sair dali em segurança, com todos os meus amigos. A fumaça estava tão densa que era quase impossível ver o que estava acontecendo. Pessoas jogadas no chão já eram visíveis e para nos desvencilhar daquela multidão de jovens desesperados, tentamos tudo o que era humanamente possível. Finalmente encontrei uma amiga, segurei o braço dela e tentei de qualquer forma penetrar aquela barreira de pessoas. Finalmente conseguir achar uma porta, mas não era a saída, era o banheiro. Meus olhos se encheram de lágrimas, afinal eu não sabia se eu iria viver. O meu telefone tocou e então vi que era a minha mãe, senti receio em atender e desespera-la, então atendi. Aos soluços disse a minha mãe que ela poderia se despreocupar, que eu logo chegaria em casa. Chorando ela me disse que só queria saber se eu estava bem, disse que era uma chata as vezes, mas porque me amava. Aquilo cortou o meu coração, então concentrei todas as minhas forças em sair daquele lugar com vida. Peguei na mão da minha amiga, segurei ela com força e empurrei as pessoas em direção a porta de saída. Finalmente eu podia ver uma luz que me parecia celestial naquele momento. Segurei no ombro de dois rapazes que estavam cambaleando, quase desmaiando e os empurrei para fora. Eu consegui me salvar, salvar uma amiga e talvez salvar a vida daqueles dois rapazes. Infelizmente perdi duas pessoas importantes naquele momento. Eu só queria ir para casa,                                      abraçar a minha mãe e sentir que tudo estava bem."

Chorei gente, sério.

jornal noticias


Morador de Farroupilha está na lista oficial de mortos

Ricardo Custodio foi a festa com outros dois amigos

Morador de Farroupilha está na lista oficial de mortos Facebook/ Reprodução/
Ricardo Custodio foi para a festa na companhia dos amigos Thiago Romagna e Anderson OnziFoto: Facebook/ Reprodução
O morador de Farroupilha Ricardo Custodio, 27 anos, está na lista oficial de mortos divulgada pelo Governo do Estado. Ricardo estava no incêndio que aconteceu na boate Kiss, em Santa Maria, na noite de sábado. Custodio foi para a festa na companhia de Thiago Romagna e Anderson Onzi, ambos de 27 anos e moradores de Farroupilha.

Thiago foi hospitalizado, mas está fora de perigo. Familiares tentam transferi-lo para um hospital de Caxias do Sul. Anderson estava em um camarote e conseguiu sair da boate. Segundo o amigo Samuel Kaster, Ricardo foi visto pela última vez cerca de dois minutos antes do início do incêndio.

— O Anderson falou com o Ricardo e o Thiago e eles disseram que iam dar uma volta. Dois minutos depois deu o incêndio. As pessoas começaram a correr e o Anderson conseguiu sair. A porta era muito pequena, muita gente foi pisoteada e ele ajudou as pessoas a sair — conta Samuel, que está em Santa Maria.

Anderson aguardava para entrar no Centro Municipal Desportivo, onde estão os corpos das vítimas para procurar Ricardo.

Na noite de sábado, quando se dirigia para a festa, Ricardo publicou uma foto no perfil do Facebook na companhia de Thiago e Anderson. Eles foram para Santa Maria na sexta-feira para visitar amigos.

A tragédia

incêndio na boate Kiss, no centro de Santa Maria, começou entre 2h e 3h da madrugada de domingo, quando a banda Gurizada Fandangueira, uma das atrações da noite, teria usado efeitos pirotécnicos durante a apresentação. O fogo teria iniciado na espuma do isolamento acústico, no teto da casa noturna.

Sem conseguir sair do estabelcimento, mais de 200 jovens morreram e outros 100 ficaram feridos. Sobreviventes dizem que seguranças pediram comanda para liberar a saída, e portas teriam sido bloqueadas por alguns minutos por funcionários.

 A tragédia, que teve repercussão internacional, é considera a maior da história do Rio Grande do Sul e o maior número de mortos nos útimos 50 anos no Brasil.

Veja onde aconteceu
 
Imagem: Arte ZH

A boate
Localizada na Rua Andradas, no centro da cidade da Região Central, a boate Kiss costumava sediar festas e shows para o público universitário da região. A casa noturna é distribuída em três ambientes - além da área principal, onde ficava o palco, tinha uma pista de dança e uma área vip. De acordo com o comando da Brigada Militar, a danceteria estava com o plano de prevenção de incêndios vencido desde agosto de 2012.

Clique na imagem abaixo para ver a boate antes e depois do incêndio
A festa
Chamada de "Agromerados", a festa voltada para estudantes da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) começou às 23h de sábado. O evento era de acadêmicos dos cursos de Agronomia, Medicina Veterinária, Tecnologia de Alimentos, Zootecnia, Tecnologia em Agronegócio e Pedagogia. Segundo informações do site da casa noturna, os ingressos custavam R$ 15 e as atrações eram as bandas "Gurizadas Fandangueira", "Pimenta e seus Comparsas", além dos DJs Bolinha, Sandro Cidade e Juliano Paim. 

TRAGEDIA DE SANTA MARIA.. RELATOS

HOJE A TRISTEZA TOMOU CONTA DO MUNDO, TOMOU CONTA DE SANTA MARIA.. UMA DAS MAIORES TRAGEDIAS EM INCENDIOS DO BRASIL.. JOVENS E MAIS JOVENS   MORTOS..EMPILHADOS UM EM CIMA DO OUTRO.. ISSO DÓI..VER UM CELULAR TOCANDO E OLHAR  E TER 104 CHAMADAS DE UMA MÃE DESESPERADA QUERENDO SABER SE O FILHO ESTA OU NAUM VIVO.. BOMBEIROS RELATAM QUE  VARIOS TELEFONES TOCAVAM NOS CORPOS DAS VITIMAS..PROVAVELMENTE FAMILIARES EM BUSCA DE NOTICIAS..SO IMAGINA UMA MÃE E UM PAI LIGAR E  FIKAR SABENDO QUE ELE ESTA MORTO.. QUE  UMA NOITE DE FELICIDADE SE TORNOU PARA MUITOS A SUA ULTIMA NOITE.
NÃO VOU JULGAR NINGUEM, POIS NÃO ESTAVA LA PARA SABER O QUE REALMENTE ACONTECER... MAS QUE ISSO NÃO VAI ACABAR ASSIM NÃO VAI..ISSO VAI LONGE AINDA..
INFELISMENTE PARA MUITOS  ESSE DIA NUNCA VAI PODER SER ESQUECIDO..
UMA NOITE ONDE JOVENS A MAIOR PARTE ESTUDANTES  DEIXARAM TRISTESA E SAUDADES... 
BOM NÃO TEM PALAVRAS A DOR QUE ISSO CAUSA..




 A SEGUIR ALGUNS RELATOS...



"Segurança fechou as portas porque tinham que pagar" BRASIL, ONDE O DINHEIRO VALE MAIS QUE 245 VIDAS.

Tentávamos puxar as mãos que apareciam entre a cortina de fumaça, relata jovem que estava em boate Estudante de Medicina Murilo De ToledoTiecher, 26 anos, foi um dos primeiros a sair do lugar e ajudou a socorrer vítimas

Um dos primeiros a sair da boate Kiss, em Santa Maria, quando o incêndio que deixou 245 mortos começou, o estudante de Medicina Murilo De Toledo Tiecher, 26 anos, relata que, por não enxergar a pista de dança, os seguranças não entenderam o que estava acontecendo e tentaram barrar a saída dos jovens que estavam na festa.

Ao correr para a saída, Murilo ficou prensado contra uma barra de ferro que servia para organizar a fila na entrada. Ao conseguir pular, deparou-se com a porta da saída fechada.

— A gente gritou 'tá pegando fogo, tá pegando fogo', mas o segurança abriu os braços e estava tentando manter a porta fechada. Uns cinco ou seis caras derrubaram o segurança e colocaram a porta abaixo. Era a única saída.

Murilo conta que o incêndio começou quando foi aceso um tipo de sinalizador no palco e as chamas alcançaram o teto. Ele relata que estava a 10 metros do palco e que o fogo se espalhou muito rápido, em cerca de três minutos. Quando conseguiu sair, foi um dos primeiros a ligar para o Corpo de Bombeiros.

— Os primeiros a sair tentavam puxar quem estava lá dentro. Apareciam mãos, braços na porta entre a cortina de fumaça. Puxamos várias pessoas. Eu, inclusive, puxei uma guria pelos cabelos. Foi um caos, o maior desespero.

Quando os bombeiros chegaram, quem já havia saído tentava dar direções de onde as pessoas estavam aglomeradas. O estudante conta que pessoas que não conheciam o local entraram nos banheiros pensando que eram saídas.



Foto: "Segurança fechou as portas porque tinham que pagar" BRASIL, ONDE O DINHEIRO VALE MAIS QUE 245 VIDAS.

Tentávamos puxar as mãos que apareciam entre a cortina de fumaça, relata jovem que estava em boate Estudante de Medicina Murilo De Toledo Tiecher, 26 anos, foi um dos primeiros a sair do lugar e ajudou a socorrer vítimas

Um dos primeiros a sair da boate Kiss, em Santa Maria, quando o incêndio que deixou 245 mortos começou, o estudante de Medicina Murilo De Toledo Tiecher, 26 anos, relata que, por não enxergar a pista de dança, os seguranças não entenderam o que estava acontecendo e tentaram barrar a saída dos jovens que estavam na festa. 

Ao correr para a saída, Murilo ficou prensado contra uma barra de ferro que servia para organizar a fila na entrada. Ao conseguir pular, deparou-se com a porta da saída fechada. 

— A gente gritou 'tá pegando fogo, tá pegando fogo', mas o segurança abriu os braços e estava tentando manter a porta fechada. Uns cinco ou seis caras derrubaram o segurança e colocaram a porta abaixo. Era a única saída. 

Murilo conta que o incêndio começou quando foi aceso um tipo de sinalizador no palco e as chamas alcançaram o teto. Ele relata que estava a 10 metros do palco e que o fogo se espalhou muito rápido, em cerca de três minutos. Quando conseguiu sair, foi um dos primeiros a ligar para o Corpo de Bombeiros. 

— Os primeiros a sair tentavam puxar quem estava lá dentro. Apareciam mãos, braços na porta entre a cortina de fumaça. Puxamos várias pessoas. Eu, inclusive, puxei uma guria pelos cabelos. Foi um caos, o maior desespero. 

Quando os bombeiros chegaram, quem já havia saído tentava dar direções de onde as pessoas estavam aglomeradas. O estudante conta que pessoas que não conheciam o local entraram nos banheiros pensando que eram saídas. 



SOBREVIVENTES RELATAM  QUE CENTENAS DE JOVENS LUTAVAM PELA VIDA... MUITOS MORERAM ABRAÇADOS.. AGLUMERADOS.. JOVENS COM A PELE CAINDO POR CAUSA DA QUEIMADURA.. PESSOAS QUE SAIRAM SEM  FERIMENTOS FIZERAM O QUE FOI POSSIVEL PARA AJUDAR OS QUE AINDA ESTAVAM LA DENTRO.. AMIGOS CAREGANDO CORPOS DE OUTROS AMIGOS.. PESSOAS SENDO TRANFERIDAS PARA OUTRAS CIDADES .. UMA VISÃO DO INFERNO.. SIMPLESMENTE ISSO.ALGUNS JOVENS   TAMBEM PODEM SER CHAMADOS DE HEROIS.. POIS  SALVARAM VIDAS..PODEM NAUM TER SALVADO TODAS MAS AJUDARAM.. 

PARA O PESSOAL DE SANTA MARIA, FAMILIARES E SOBREVIVENTES, DEUS ESTA COM VCS.. ELE VAI AJUDA-LOS.. MUITOS PODEM DIZER : deus não os ajudou la  porque vai ajudar agora.. ISSO NÃO É VERDADE.. TUDO TEM UM MOTIVO..LEMBREM-SE DISSO.






Boate Kiss Santa Maria

Eu fico pensando... Se os seguranças da boate fizessem o trabalho deles, orientando as pessoas e as mantendo seguras, haveria uns 50 feridos no máximo. Mas não. O que importou para eles foram as "Comandas", o dinheiro. Ver mais de 240 pessoas morrendo ao invés de tirá-las da boate em segurança, foi mais importante. Isso é repugnante, até para um país como o Brasil. Vira e mexe nos deparamos com coisas chocantes que ocorrem por aqui. Mas isso não é algo a se acostumar, isso tem que ACABAR.



Luto

Morri em Santa Maria hoje. Quem não morreu ? Morri na Rua dos Andradas, 1925. Numa ladeira encrespada de fumaça. A fumaça nunca foi tão negra no Rio Grande do Sul. Nunca uma nuvem foi tão nefasta. Nem as tempestades mais mórbidas e elétricas desejam sua companhia. Seguirá sozinha, avulsa, página arrancada de um mapa. A fumaça corrompeu o céu para sempre. O azul é cinza, anoitecemos em 27 de janeiro de 2013. As chamas se acalmaram às 5:30h, mas a morte nunca mais será controlada. Morri porque já entrei em uma boate pensando como sairia dali em caso de incêndio. Morri porque prefiro ficar perto do palco para ouvir melhor a banda. Morri porque já confundi a porta de banheiro com a de emergência. Morri porque jamais o fogo pede desculpas quando passa. Morri porque já fui de algum jeito todos que morreram. Morri porque um segurança barrou a porta. Morri sufocado de excesso de morte como acordar de novo ? O prédio não aterrissou da manhã, como um avião desgovernado na pista. A saída era uma só e o medo vinha de todos os lados. Os adolescentes não vão acordar na hora do almoço. Não vão se lembrar de nada. Ou entender como se distanciaram de repente do futuro. Mais de duzentos e cinquenta jovens sem o último beijo da mãe, do pai, dos irmãos. Os telefones ainda tocam no peito das vítimas estendidas no Ginásio Municipal. As famílias ainda procuram suas crianças. As crianças universitárias estão eternamente no silencioso. Ninguém tem coragem de atender e avisar o que aconteceu. As palavras perderam o sentido.
......... LUTO SANTA MARIA



sábado, 26 de janeiro de 2013


‎Não que eu queira que o tempo resolva todos meus problemas, mas seria bom se ele me ajudasse a cicatrizar algumas feridas. Feridas de guerras, de lutas perdidas. Feridas adormecidas que volta e meia insistem em sangrar. Batalhas que travei contra eu mesmo. Onde meu maior inimigo era meu próprio sentimento. Hora orgulho, hora amor. Vez saudade, vez solidão. Sou assim; de fases. E eu não rejeitaria uma ajuda do tempo, da vida. Cansei de tomar rasteiras, de bater com a cara na parede. Cansa ter que errar, errar e nunca acertar. Então tempo… Posso contar com você? Promete que vai estar ao meu favor dessa vez?



Não fique Triste,angustiado, desamparado , não pense que você esta sozinho , olhe para cima que você vera que não esta sozinho , a alguém lá em cima que te ama  , que tem orgulho de você , e de lá que sai a tua alegria a tua felicidade , o teu amor s2 , Jesus te ama , e eu também.



quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

FOTOS DELENA E STELENA

DELENA :










STELENA :












A VIDA

Se agente tivesse consciência do quanto nossa vida é breve....
talvez pensássemos duas vezes antes de jogar fora as oportunidades   que temos de ser e de fazer os outros felizes.
muitas flores são colhidas cedo de mais...
algumas mesmo ainda em botão...
há sementes que nunca brotarão e há aquelas flores que vivem a vida inteirea  até que, pétala por pétala, tranquilas, vividas,se entregam ao vento.
nos entristecemos  por coisas pequenas  e perdemos minutos e horas preciosos...
perdemos dias as vezes anos....
nos calamos quando devemos falar....
falamos demais quando  deveríamos  ficar em silencio...
não damos o abraço que tanto nossa alma pede..
não dizemos que gostamos por achar  que o outro ja sabe!!!
e passa a noite e chega o dia...
e continuamos os mesmos fechados...
agora, hoje, ainda é tempo de reconstruir alguma coisa , de dar o abraço, de dizer uma palavra carinhosa  de agradecer pelo que temos....
                 não olhe para trás.
                 o que passou passou....
                 olhe para a frente!!
                 pense....!
                      ainda tem tempo...
                        não o perca mais..........

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Quem não queria?


* Para que minha felicidade seja completa eu quero um MUNDO Sobrenatural só pra mim, pois só me sentiria completa com:

* Um Vampiro como Damon Salvatore



* Um Lobo como Jacob Black



* Um Anjo como Daniel Grigori



* Um Caçador como Dean Winchester



HISTÓRIA DO FUTEBOL/MELHORES TIMES


HISTÓRIA DO FUTEBOL

O INÍCIO NO BRASIL
CHARLES W. MILLER - Pode-se considerar que Charles Miller tenha sido "o pai" do futebol brasileiro. No ano de 1894, retornando de seus estudos na Inglaterra, trouxe na bagagem, a primeira bola de futebol a rolar nos campos brasileiros.

Charles Miller, na opinião de alguns, como João Saldanha, em seu livro "O Futebol" - Bloch Editores, Rio de Janeiro, 1971, pg. 46 -, teria sido maior do que o Rei Pelé. Não foi apenas um jogador de extrema habilidade, resultado de suas experiências obtidas no selecionado de Hampshire, quando defendia as cores do Southamptom Football Club, mais do que isso, ele tinha o perfeito domínio das regras do futebol da época e apitava os jogos realizados, inicialmente, no São Paulo Athletic Club, clube que reunia altos funcionários ingleses da Companhia de Gás, do Banco de Londres e da São Paulo Railway.

CURIOSIDADES DO ESPORTE
Clube mais antigo do Mundo:
NOTTS COUNTY da Inglaterra, fundado em 1862 - atualmente disputando a 4ª Divisão Inglesa.

O Primeiro jogo Internacional da História do Futebol: 
ESCÓCIA X INGLATERRA
Data: 30 de novembro de 1872
Local: Glasgow - Escócia
Arbitragem: Ms. Keay da Escócia
Placar final: Escócia 0 X 0 Inglaterra
Escalação: Escócia - Gardner, Ker, Taylor, Thompson, J. Smith, R. Smith, Leckie e Rhind, Mackinnon, Weir e Wotherspoon
Inglaterra - Barker, Greenhalph, Welch, Chappell e Maynard, Brockbank, Clegg e Kirkesmith, Ottaway, Chenery e Morice.
Público: 3.500 torcedores

O Primeiro jogo de futebol no Brasil:
FUNCIONÁRIOS DA COMPANHIA DE GÁS X CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY
Data: 14 ou 15 de abril de 1895 (a data não é precisa)
Placar final: FUNCIONÁRIOS DA CIA. DE GÁS 2 X 4 CIA. FERROVIARIA SÃO PAULO RAILWAY
Ps: as duas equipes eram formadas por inglesas radicados em São Paulo
O Primeiro clube a disputar jogos no Brasil: 1895
SÃO PAULO ATHLETIC, fundado em 13 de maio de 1888, deixou o futebol em 1911. Existe ainda hoje apenas como Clube Social.

O Primeiro Campeonato Oficial de Futebol do Mundo: Em 1863, CAMPEONATO DA GRÃ-BRETANHA
Participantes:
Campeão: Inglaterra

CHARLES MILLER - O pai da matéria.

O primeiro brasileiro a dominar a nobre arte de controlar a bola e marcar gols era quase um inglês. Charles Miller nasceu no Brás, em São Paulo, descendente de ingleses e escoceses. Aos 9 anos seguiu para a Inglaterra com a finalidade de estudar. Lá, aprendeu - e bem - a jogar futebol. Nos jogos oficiais de seu colégio. Charles era um artilheiro implacável. Marcou 41 gols em 25 partidas. "Nosso melhor atacante. Drible maravilhosamente rápido e chute brilhante. Marca gols com grande eficiência", registrou na época o jornal da escola. Seu futebol chamou tanto a atenção que acabou convocado para jogar no time de Southampton, a seleção local. Sem falar da partida que disputou pelo Corinthian, famoso time amador inglês, o mesmo que mais tarde iria inspirar a fundação do Corinthians Paulista.
Quando desembarcou de volta ao Brasil em 1894, Charles Miller se surpreendeu ao descobrir que ninguém praticava o esporte bretão por aqui. Sorte que trouxera duas bolas, uma agulha, uma bomba de ar e dois uniformes. Começou então a catequizar seus companheiros de trabalho e de críquete - altos funcionários da Companhia de Gás, do Banco de Londres e Ferrovia São Paulo Railway, fundando o primeiro clube de futebol do Brasil, o São Paulo Athletic, clube que congregava os britânicos residentes em São Paulo.
O novo esporte vingou e, no primeiro campeonato disputado no Brasil ( o Paulista de 1902), lá estava Miller encabeçando a lista de artilheiros com 10 gols em nove jogos. O nosso homem-gol ainda jogou até 1910 pelo São Paulo Athletic Club. Depois atuou como árbitro e, finalmente, apenas como torcedor. Morreu em 1953, coberto de glórias por ter introduzido p futebol no país, mas sem ver o Brasil campeão do mundo.

ARQUIVO DO FUTEBOL

ASSOCIAÇÃO ATHLETICA DO MACKENZIE COLLEGE - Os alunos e professores do Mackenzie decidiram chutar a bola de basquete, resolveram também fundar um clube dedicado especificamente ao futebol. Assim surgiu, em 1898, o primeiro clube de brasileiros e para brasileiros. Apesar de vitórias esporádicas, o Mackenzie nunca foi campeão de nada. A não ser, talvez, da elegância. O uniforme do time era camisa
vermelha, calção e gravata brancos.
Imagem de 1902 - Campo do Velódromo, na Rua da Consolação - São Paulo

SUA MAJESTADE A BOLA
Shoot, Fussball e Dupont. Estas eram as marcas das primeiras bolas que quicaram no Brasil. Seus donos eram rapazes de fino trato que haviam estudado na Europa, onde aprenderam a jogar o futebol. As pioneiras, Shoot vieram da Inglaterra, trazidos pelo brasileiro de ascendência inglesa Charles Miller, no ano de 1894 - cinco (05) anos após a Proclamação da República e seis (06) depois da Princesa Isabel Ter promulgado a Lei Áurea -. Já a Fussball foi trazida da Alemanha por Hans Nobiling. Finalmente a Dupont foi uma encomenda de Oscar Cox a um amigo que viajou à Suíça.

Todas eram muito parecidas entre si, mas bem diferentes das bolas de hoje. Tinham uma abertura por onde entrava uma câmara inflável de borracha. O principal problema surgia na hora de cabecear, quando o cadarço que amarrava a fenda podia machucar as cabeças menos protegidas, Daí o hábito de muitos jogadores usarem uma touquinha.
No inicio do futebol brasileiro, para suprir a demanda cada vez maior, a saída foi importar pelotas inglesas.

A mais procurada era a McGregor. Mas não tardou para que um artesão chamado Caetano começasse a fabricar as primeiras bolas nacionais na sua sapataria da Rua Ipiranga, em São Paulo. Logo, outros sapateiros entraram no ramo promissor e o Brasil passou de importador a exportador de bolas, principalmente para a Argentina e Uruguai. Mesmo assim a redonda era um artigo de luxo e a criançada brincava mesmo era com bolas de meia recheadas com palha ou papel. A maior parte dos nossos craques começou assim.
Na década de 40, a bola que imperava nos gramados brasileiros tinha uma costura interna, sem a abertura e o cordão. Mas o seu couro marron continuava a encharcar nos dias de chuva ou nos campos cheios de lama. "Ficava tão pesada que eu tinha que jogar de esparadrapo nas mãos e os homens de linha tinham de enfaixar os pés", contou Oberdan Catani para a Revista Placar - 10/94, n.º 1097 -, goleiro do Palmeiras e da Seleção nos anos 40.
A partir da Copa de 62, a bola passou a ser fabricada com dezoito (18) gomos, ganhando uma forma mais perfeita e estável. A cor branca que sempre foi usada nos jogos noturnos, se tornou também a preferida nos diurnos depois da Copa de 70.
Hoje as bolas são filhas da tecnologia - pelo menos no exterior. Como referência, o modelo da bola utilizada na Copa de 94, foi desenvolvida com diversas camadas de material sintético que potencializa os chutes e apresenta alta durabilidade e resistência.
De acordo com as normas Internacionais do Futebol, a bola deve ser esférica, com o invólucro exterior de couro ou em outro material apropriado. Não poderá ser empregado em sua confecção nenhum material que possa representar perigo aos jogadores.
A bola deverá Ter uma circunferência de 70 cm no máximo e 68 cm no mínimo. Seu peso, no início da partida, deverá ser de 450 g no máximo e de 410 g no mínimo. A pressão deverá ser igual a 0,6 - 1,1 atmosferas (600 - 1.100 g/cm²) ao nível do mar. 

A Federação Internacional de História e Estatística do Futebol divulgou mais uma atualização mensal de seu ranking dos melhores times do mundo. Foi gerada uma polêmica a respeito de clubes como o Vasco estar mais bem colocado entre os brasileiros, duas posição acima do Santos que tem feito ótima campanha na libertadores. Vale lembrar que o Vasco foi campeão da copa do Brasil 2011 e vice campeão do brasileirão 2011 enquanto o Santos terminou em 10°. Em comparação ao ranking anterior, o Santos perdeu 6 posição e o Vasco ganhou 3.

Como é feito cálculo?

Para esclarecermos, vamos entender o critério para pontuação. Nas competições mais importantes como Libertadores e Liga dos Campeões da Europa recebem 14 pontos por vitória e 7 por empate. Na Copa Sul-americana e Liga Europa da UEFA ganham 12 pontos por vitória e 6 por empate. Já nas competições nacionais os critérios variam de nível de competição da nação. Ou seja, países que são potencia no futebol como Brasil, Itália, Espanha, Inglaterra, França, Argentina e Alemanha estão no nível 4 e ganham quatro pontos a cada vitória e dois pontos por empate. Nos demais países variam conforme o nível (4,3,2) que pode ganhar no máximo 3,5 a 2,5 por vitória. A maior pontuação é conquistada se chegar a semi ou final do mundial interclubes da FIFA. Na semi, 14 por vitória, 7 por empate. Final 21 se vencer e 10,5 se empatar (Tem empate numa final?).

Agora que estamos entendidos, vamos ao ranking atualizado de 1 janeiro de 2012 até 31 dezembro de 2012 (sim, são os melhores times dos últimos 12 meses). Atualizarei esse top 10 mensalmente conforme a IFFHS.
Outros times brasileiros:
(18°) – Fluminense – 208 | (21°) – São Paulo – 202 |(23°) – Santos – 201 |    (46°) – Grêmio – 174 | (51°) – Vasco – 168  |   (65°) – Internacional – 148 |  (97°) – Flamengo – 125 | (105°) – Palmeiras – 122 |   (115°) – Coritiba – 116 |    (135°) – Atlético Mineiro –  106 | (182°) – Botafogo – 92   |  (240°) – EC Bahia – 82 | (241°) - Atlético Goianiense – 82 |     (308°) – Cruzeiro EC – 74  | (328°) Náutico – 72 | (342°) Portuguesa – 70 | (343) Ponte Preta – 70 |  (418°) Sport – 62 .


Leia mais em: http://top10mais.org/top-10-melhores-times-do-mundo/#ixzz2Ipno9O00


Ganhe clicando